Navegador Música

Matérias/Artigos




26 abr / 2013

Michel Teló esteve ontem em Miami, onde participou da premiação da “Billboard Latin Music Awards”.

O cantor que foi indicado em 7 categorias, ganhou 2: “Música do Ano”, a qual foi a mais esperada
da noite e “Música Pop Latina do Ano”.

Logo após acompanhar as premiações e subir ao palco para pegar seus troféus, Teló se
apresentou na festa ao lado do colombiano Carlos Vives, juntos interpretaram
“Como Le Gusta a Tu Cuerpo”
, parceria que liderou as paradas latinas de sucesso no EUA no último mês.

Para conferir a apresentação de Teló e Carlos Vives, clique aqui.

04 abr / 2013

Após postar em seu perfil oficial no Instagram ontem, uma imagem a qual aparece ao lado da esposa Malú Verçosa, Daniela Mercury foi o assunto do dia (relembre aqui).

Logo após a repercussão, a cantora deu uma entrevista a qual deixou bem claro que comunicou o casamento para tratar a relação com a mesma naturalidade a qual tratou seus relacionamentos anteriores, para afirmar sua liberdade e mostrar sua visão do mundo.

O filho de Daniela, Gabriel Povoas, ainda não se manifestou publicamente sobre a declaração da mãe, mas em outros tempos já havia demonstrado apoio a casais gays em um post feito em seu Facebook. “Que coisa bonita, acabei de ver um casal gay (homens) passando na rua de mãos dadas aqui em Sampa. Que a nossa Salvador acorde em 2013 menos preconceituosa. Já disse Milton, “Toda forma de amor vale á pena”. Gabriel escreveu o post no dia 31 de Dezembro.

Daniela está em Portugal para cumprir sua agenda de compromissos e shows e Malú esta com ela.

26 mar / 2013

Gusttavo Lima havia dado recentemente uma declaração que estaria cansado e deu a entender que deixaria os palcos, relembre aqui.

Hoje, o cantor voltou atrás e declarou em seu perfil oficial no Facebook que não vai parar de cantar, nunca.

Abaixo a declaração de Gusttavo, confira:

Eu deixei tudo pra traz e fui em busca dos meus sonhos e com 14 anos de carreira passei por momentos triste e momentos alegres inesquecíveis. O meu maior sonho eu consegui,que era fazer minha música o meu som fazer parte e virar trilha sonora da vida das pessoas. Se eu cheguei até aqui não vai ser agora que eu vou desistir,o sonho não pode acabar… Aos meus fãs jamais vou deixar vcs e aos que não gostam do Gusttavo Lima ééé vão ter que me aturar por muitos e muitos anos kkkkkkkkk…


28 fev / 2013

FONTE: M1 Station (via FB)

O vocalista do U2, Bono, voltou a dar voz ao seu lado engajado durante a conferência “TED” (“Tecnologia, Entretenimento e Design”, em tradução livre), realizada no sul da Califórnia. Ao discursar sobre a pobreza mundial, o músico descreveu a si mesmo como “um Jesus intolerável e arrogante”.
Do alto da veia profética, que acredita possuir, Bono disse que “a tecnologia pode eliminar a pobreza extrema até o ano de 2030″.
“Esqueça a ópera rock”, disse ele em tom convidativo. “Esqueça as bombas. A única coisa que cantarei hoje são os fatos. Eu realmente abracei o lado nerd que há em mim. Deixei de ser o rock star. Acione o ativismo evidente, o ativismo dos fatos”, filosofou.

Falando para a plateia, que incluia o fundador da empresa Microsoft, Bill Gates, Bono afirmou que mais pessoas com AIDS estão tendo acesso ao tratamento para salvar suas vidas. O cantor também mencionou a queda no índice de mortes por malária e na a taxa de mortalidade infantil .

Para quebrar um pouco o clima de seu discurso, Bono brincou dizendo que seu objetivo para acabar com a pobreza extrema em 2030 não está tão longe, como alguns poderiam pensar. Segundo o pop star, seriam necessários ”apenas três concertos de despedida dos Stones com transmissão online e monetizada” para angrariar os fundos necessários.

Já usando de um tom mais sério, o cantor destacou que seu objetivo só é possível se as pessoas pressionarem os governos para que aconteçam investimentos em tecnologia e pesquisas para combater a pobreza mundial.

27 fev / 2013

Scarlett Johansson, em entrevista ao programa “Live With Kelly and Michael”, contou que está prestes a ingressar na carreira de vocalista: está montando uma banda formada só por mulheres, na qual ela irá cantar. Ao dizer o nome da banda, One and Only Singles, fez referência à banda feminina de pop rock formada em 1978: “Vai ser a nossa Go Gos própria”.

Na mesma entrevista, a atriz também falou sobre ter cantado uma das músicas indicadas ao Oscar de melhor canção original deste ano, a “Before My Time” do documentário “Chasing Ice”. Segundo ela, foi uma surpresa ter sido nomeada a um prêmio ao lado de grandes nomes da música, como Adele, ganhadora do Oscar.

Bom, estamos aguardando o lançamento da primeira música de trabalho, Scarlett!!!!

Ouça aqui “before my time”:

27 fev / 2013

FONTE: Uol.com.br

 

 

A indústria da música gravada, responsável pelas vendas de discos, cds, cassetes e música online, cresceu 0,3% em 2012 no mundo todo, o primeiro aumento registrado desde 1999, apesar da crise mundial e da pirataria digital, segundo informou nesta terça-feira (26) a Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI).

Na apresentação de seu relatório anual em Londres, a conselheira delegada da IFPI, Frances Moore, disse que as receitas chegaram a US$ 16,5 bilhões no ano passado e a indústria musical “se dirige agora rumo à recuperação”, impulsionada pelo auge digital.

As previsões são positivas para 2013, graças à expansão dos novos serviços digitais surgidos nos últimos anos como iTunes, Spotify e Deezer, que, se em 2011 estavam presentes apenas em 20 países, hoje se encontram em mais de 100, entre eles mercados emergentes como Brasil, Índia e Rússia.

Os formatos digitais reportaram em 2012 renda no mundo todo de US$ 5,6 bilhões, 9% a mais do consumo digital de 2011.

A Espanha fica distante dessa tendência com um crescimento de apenas 4% no formato digital, devido ao persistente empecilho da pirataria.

No total, a renda das companhias de disco por consumo digital em modalidades como downloads, subscrições, música e vídeos em “streaming” e serviços gratuitos financiados por publicidade já representam 34% do total de seu faturamento.

Segundo Frances, este auge digital permitiu que nove dos 20 principais mercados do mundo apresentem um balanço positivo frente aos dados de 2011: Canadá, Austrália, Brasil, México, Índia, Japão, Noruega, Suécia e EUA.

Além disso, na Índia, Noruega, Suécia e EUA, o consumo digital de música supera já o de suportes físicos.

“É difícil lembrar um ano na indústria da música gravada que tenha começado em tão boas condições”, admitiu Frances, para mostrar além disso como a indústria musical soube se adaptar à internet e aprendeu a se adequar à demanda do usuário.

Também são promissores os dados sobre as práticas de pirataria, um dos temas que mais preocuparam o mundo da música digital nos últimos anos, uma seção em que o IFPI destacou a expansão dos provedores de digitais nos cinco continentes.

“As músicas ilegais continuam prejudicando o mercado, e neste campo ainda ficam muitos desafios para enfrentar. Os governos deveriam fazer ainda mais esforços”, advertiu Frances.

Em geral, a IFPI considerou que o negócio da música digital está globalizando com rapidez graças à proliferação dos “smartphones”, dos tablets e dos novos serviços musicais com licença.

Se no início de 2011 o consumo de música legal pela internet era possível em 23 países, dois anos depois esses serviços já se encontram em mais de 100 países, com mais de 500 serviços legais de música por todo o mundo, que oferecem aos usuários acesso a cerca de 30 milhões de canções.

Além disso, o relatório afirma que os downloads legais cresceram 12% no mundo todo em 2012, chegando a 4,3 bilhões de canções.

Outro número da IFPI mostra o aumento de 44% registrado em 2012 com relação ao ano anterior nos serviços de subscrição, mais populares na Europa e que têm já 20 milhões de clientes no mundo todo, como é o caso do Spotify, com 5 milhões de usuários pagantes e e o Deezer, que já alcançou os 3 milhões.

 

Link original: http://musica.uol.com.br/noticias/efe/2013/02/26/industria-musical-apresenta-crescimento-pela-primeira-vez-em-13-anos.htm


15 fev / 2013

Marisa Monte fez um documentário sobre a vida de musicista: como funciona e os desafios a enfrentar. Vale a pena assistir.

15 fev / 2013

Essa semana, o mundo virtual era quase todo de lamentações pelo fim do tão esperado feriado de carnaval. Quatro dias de festa que não foram suficientes para suprir tanta energia e vontade de curtir, ou quatro dias de sossego que passaram rápido demais. Pelo menos, para que todos possam entrar nos eixos, a semana foi mais curta e hoje as reclamações cessam para dar lugar à alegria reservada às sextas-feiras!

Muita coisa bacana aconteceu nesse carnaval. Além das inúmeras histórias, fotos, fatos e alegrias, a festa mais esperada do Brasil também serviu para emplacar ou consolidar hits dançantes. Alguns artistas foram destaque em mais de uma cidade, como é o caso do Naldo e do MC Bola. Confira abaixo as músicas que bombaram nesse carnaval em várias regiões de Minas:

 

  • Em Coromandel: Naldo (Amor de chocolate) e MC Bola (Ela é top), segundo Paulo Amaral da rádio Gerais, foram as músicas que mais apareceram na programação e que embalaram as festas na cidade. Lucas Lucco também foi destaque e está entre os artistas mais tocados na rádio.
  • Em Patrocínio, o “hino” do carnaval foi Smirnofy, da dupla Bruninho & Davi. Outros destaques: Naldo (Amor de chocolate), Mc Bola (Ela é top), Munhoz & Mariano (Balada louca) e Cláudia Leite (Largadinho).

  • Em Pirapora, na 102FM tocou muito “Ziriguidun” com Filhos de Jorge e  “Largadinho”, com Claudinha e Amor de chocolate.
  • Monte Carmelo, o destaque foi Naldo, com Amor de chocolate.
  • Em Muzambinho, na rádio Atividade, as músicas mais bombadas foram “Amor de chocolate” (Naldo), “Dançando” (Ivete Sangalo), “Largadinho” (Claudia Leite), “Balada louca” (Munhoz & Mariano), “Louca, louquinha” (João Lucas & Marcelo) e “Ela é top” (Mc Bola).
  • Em BH, a Fã FM tocou muito Thiaguinho (“Ainda bem” e “Sou o cara pra você”) e Péricles (“Linguagem dos olhos” e “Aquela foto”).
  • Em Uberaba, “Louca, louquinha” do João Lucas & Marcelo também bombou. Além dela, “Mel nesse trem” (Cleber & Cauã), “Não tô valendo nada” (Henrique & Juliano) e “Beijar dá sapinho” (João Lucas & Marcelo).
  • Em Itaúna, segundo a rádio Clube os hits foram “Dançando” (Ivete), “Largadinho” (Claudia Leite), “Ela é top” (Mc Bola) e Gatinha assanhada do Gusttavo Lima.
  • Em Martinho Campos, o hino foi o funk Lek Lek Lek, do MC Federado e seus Leleques. Em Patos de Minas essa música também tocou bastante; mas na capital do milho também rolou bastante Naldo.
  • Em Campos Gerais, Ziriguidum – Filhos de Jorge foi a mais tocada.
  • Em Tupaciguara, Naldo comandou o carnaval. Em Perdões, também!
  • EM Curvelo, a Centrominas informou que as mais pedidas foram “Largadinho” (Cláudia Leite), “Amor de chocolate” (Naldo), “Arrocha” (Parangolé), “Balada louca” (Munhoz & Mariano).

 

E aí na sua cidade? O que rolou?

 

13 fev / 2013

FONTE: Uol Música

O UOL lança a partir desta quinta-feira (7) a websérie Hashtag$, produzida pela Red Bull Music Academy. São seis mini-documentários temáticos que abordam a influência da internet na produção musical das últimas décadas, desde o processo criativo de quem trabalha no ramo às plataformas como essa produção é distribuída e consumida.

A série vai trazer toda quinta-feira vídeos legendados em português com duração entre 10 e 12 minutos. A relação da música com a internet é mostrada através de depoimentos de artistas, especialistas, blogueiros e representantes de diferentes estilos, desde o r&b, passando pelo rap, o dubstep, a música pop e o UK bass.

O primeiro episódio, intitulado “Don’t Call It #AltR&B”, trata sobre a inspiração e o acesso através da cena alternativa do r&b: como ela se desenvolveu e de que maneira a internet teve papel fundamental para consolidar e inspirar essa vertente musical. O vídeo tem depoimentos de artistas como How To Dress Well, The Weeknd, Rochelle Jordan, KLSH, Alby Daniels e BadBadNotGood, entre outros.

Assista aqui.

08 fev / 2013

E finalmente chegou a sexta-feira de carnaval! Momentos que muitos esperaram ansiosamente para então cair na folia; outros, para descansar. E outros – aqueles do mundo do entretenimento – com certeza devem estar trabalhando uma hora dessas para garantir que tudo saia conforme planejado. E quanto mais as pessoas se divertirem, mais certeza eles têm de que os objetivos foram cumpridos!

A galera que trabalha em rádio geralmente se envolve muito com as festas de carnaval, divulgando, promovendo ou até mesmo fazendo parte da equipe de produção, principalmente nas cidades do interior. Nestes locais, as emissoras acabam sendo a ponte entre o público e os produtores de eventos ou prefeitura (que, em grande parte das vezes, é a responsável pelo carnaval na cidade) e o seu papel acaba extrapolando o de meio de comunicação.

Tanto engajamento gera, claro, boas histórias! E é por isso que o Dial na Web hoje resolveu cair na folia e contar as saias justas dessa galera. Confira e divirta-se!

“Na década de 80, quando o famoso apresentador Bolinha com sua Caravana andavam pelo interior do Brasil,  um colega foi escalado para cobrir a passagem da trupe em uma cidade do Alto Paranaiba. Era Carnaval.

Empolgado, o repórter se preparou, vestiu camiseta da emissora e foi para o camarim em um estádio de futebol. Lá ficou vidrado em duas ‘boletes’  que andavam com poucas roupas acompanhando o mestre da comunicação. Bolinha era era tido como mal humorado, característica que não disfarçava nem mesmo na Band aos sábados. Bolinha, quando era contrariado, fechava a cara e dizia “É o Clube do Bolinhaaaaaaaaaaaaa” de maneira grave e séria.

Distraído com o corpo escultural das bailarinas, o repórter – na hora que o estúdio chamou ao vivo – encheu o peito de ar e começou a falar daquela maneira quando parece que o cérebro do radialista pára e o o piloto automático é acionado. “Estamos aqui ao vivo com o…..(branco) Chacrinha”, disse se referindo ao apresentador da Globo (e rival de Bolinha!). Houve um silêncio no camarim. Bolinha fechou a cara e cumprimentou o repórter secamente. Ao lado, o técnico de som da rádio começou a rir tanto que seus ombros tremiam tentando esconder a gargalhada.

Bolinha percebeu e falava o tempo todo ” É, é o Cube do Bolinha”, querendo rir também, principalmente depois de perceber que o técnico ria tanto que talvez estivesse se vingando de alguma palhaçada promovida pelo repórter, da qual tivesse sido vítima.

Foi uma tragédia de entrevista, mas que fez rir o mestre da Band e todos em volta dele.”  (Leid Carvalho, rádio Módulo – Patrocínio)

 

“Em 1994, estava fazendo a cobertura do carnaval de Juiz de Fora para a Itatiaia, minha posição era flashes da concentração. Uma amiga repórter da Solar FM me perguntou se eu sabia descrever um determinado carro alegórico, que estava mais a frente. Deixei minhas coisas com ela (microfone, radinho, gravador) e fui atrás do carro e do pessoal pra perguntar detalhes. Um dos “empurradores” me convenceu a entrar dentro e ver a estrutura. Os outros “empurradores” começaram a empurrar e o que estava comigo saiu correndo pra empurrar também. O carro alegórico era enorme e eu não sabia onde era o buraco de saída e nem mesmo o que eu tinha entrado. Eu tenho fobia de lugar fechado; no apavoramento, eu nem respirei pra pensar: comecei a gritar. Como o povo estava empolgado cantando, ninguém me ouvia… só empurrava e cantava. Apesar de andar lento, o cheiro, o desespero, nem me deixaram raciocinar (“valerei!”)… disparei a gritar e chorar. De repente, do nada, abriu uma brecha (não sei porque) e um dos empurradores gritou a moça da Itatiaia; eu sai do carro em plena avenida, aos prantos, sem microfone, sem nada. Claro, fui motivo de chacota pra todo mundo: a carioca Portelense de araque que tem medo de carro alegórico. Foi péssimo. Acredito que alguns colegas de profissão que estavam lá na época se jogam de rir quando lembram da minha cara. Felizmente não tinha internet, porque eu estava realmente aos prantos…. MICO total.”  Valéria Tinoco, hoje gestora artística da rádio Paranaíba (Uberlândia)

 

 

“Estávamos entrevistando uma banda nos estúdios (improvisados) na área do no carnaval de Ituiutaba. Já não chovia há um mês, estava um sol escaldante, muito calor. Então, logo no começo da entrevista, começou a pingar água no estúdio. O locutor disse:
– Chove demais em Ituiutaba! É tanta água que está até pingando aqui!
O ouvinte ligou segundos depois ao vivo e disse:
– Começou a beber cedo, amigo! Que chuva, cara? Está um sol horrível aqui de fora!
Era uma goteira provocada pela caixa d água! Claro que todo mundo caiu na risada, e o locutor custou a sair da saia justa.

Pra acabar fechar com chave de outro, outro locutor da equipe estava em uma loja da cidade na linha esperando pra fazer um flash. Ouvíamos ele pelo retorno interno. A banda era meio esnobe e a equipe acabou criando uma certa ‘antipatia’ em relação aos músicos. Então o locutor, sem saber que estava sendo ouvido, começou a falar besteira do grupo sem saber que estava sendo ouvido:
– Esses caras são muito ruins! Esse carnaval vai ser horrível, vai dar 30 pessoas hoje com uma atração dessas.
Imagina a nossa cara com os artistas.” Alex Aniceto, da rádio Cancella (Ituiutaba).

Nós imaginamos, Alex!

 

 

Tem outras histórias. Umas divertidas, outras trágicas e outras de muito sucesso. Conte a sua também!

Agenda
Aniversários do mês
Peça o show na sua cidade

Aqui é seu espaço para sugerir o show que você gostaria de ver na sua cidade.

Sorteios

Faça seu cadastro e concorra a ingressos dos seus shows favoritos.

Participar